CBR 1000RR-R FIREBLADE SP

CBR 1000RR-R FIREBLADE SP

SEGURANÇA

FREIOS BREMBO – O sistema de freios conta com disco duplo flutuante de 330 mm com montagem radial da na dianteira, combinado com um disco simples de 220 mm na traseira. Além das pinças de freio Stylema, a alavanca de freio também é fornecida pela marca Brembo ® para oferecer um desempenho de frenagem abrangente ao piloto da CBR1000RR-R Fireblade SP.

CORNERING ABS – Ao longo das curvas, o Cornering ABS controla a força de frenagem ideal a ser aplicada na roda, considerando o ângulo de inclinação medido pelos sensores do IMU, a desaceleração da moto e a taxa de deslizamento das rodas dianteira e traseira. Além disso, essa funcionalidade tem um setting pensado para as pistas, proporcionando uma melhor frenagem em superfícies inclinadas e ajudando a manter o traçado nas curvas, o que traz mais segurança e performance na pilotagem.

WHEELIE CONTROL – Conectado ao módulo do IMU, o Wheelie Control é uma tecnologia que previne uma empinada involuntária da motocicleta em largadas e ganhos rápidos de velociade, monitorando a intensidade da aceleração e modulando o torque para manter a roda dianteira sempre em contato com o solo. Para um ajuste mais refinado da motocicleta, o Wheelie Control oferece, além da opção “desligado”, três níveis de atuação, em que o nível 1 permite a elevação intencional e o nível 3 mantém ativamente a roda dianteira no chão.

MECÂNICA

SUSPENSÃO ELETRÔNICA – A CBR 1000RR-R Fireblade SP apresenta a segunda geração do garfo NPX controlado eletronicamente, desenvolvido pela Öhlins. Nesse novo modelo, a força de amortecimento é mais estável, o que melhorar a absorção de impactos, além de garantir mais estabilidade e segurança durante a frenagem. O conjunto de suspensão e amortecedor dianteiro oferece 3 níveis diferentes de regulagem, podendo ser configurados a qualquer momento e conforme o tipo de pilotagem que se deseja, seja para um passeio ou um track-day.

QUICKSHIFTER – Item de série na nova CBR 1000RR-R, o quickshifter permite ao piloto trocar as marchas para cima ou para baixo sem usar a embreagem e sem nem sequer aliviar a mão no acelerador, além de garantir melhor performance com uma menor perda de giros no motor.

RODAS E PNEUS – Projetada para a máxima performance nas pistas, a nova CBR 1000RR-R Fireblade SP é equipada com novas rodas de liga forjada aro 17” na dianteira e na traseira, calçadas com novos pneus Pirelli Diablo Supercorsa.

CHASSIS LEVE – O chassi da CBR 1000RR-R Fireblade SP é o mesmo dos modelos para competição. Seu novo quadro, em alumínio leve, tem seções de parede de 2 mm de espessura, com rigidez vertical e de torção aumentadas em 18% e 9%, respectivamente, e rigidez horizontal reduzida em 11%, refletindo na melhor experiência de pilotagem e no desempenho.

PERFORMANCE

MOTOR – A CBR 1000RR-R Fireblade SP chega com um motor 4 tempos DOHC de 1000 cc e 4 cilindros em linha totalmente novo, sendo desenhado pela Honda, em conjunto com a HRC (Honda Racing Corporation), para atingir uma performance que se assemelha aos modelos utilizados pela marca na MotoGP (categoria principal do Campeonato Mundial de Motovelocidade) e o WSBK (Campeonato Mundial de Superbike). A nova versão do motor tem torque máximo de 11,5 kgf.m a 12.500 rpm e uma potência de impressionantes 216,2 cv a 14.500 rpm.

COMPONENTES – O uso de componentes leves e soluções específicas da motovelocidade possibilitaram o aumento da potência e do torque máximo, mantendo o mesmo tamanho de motor. Ao usar o mesmo diâmetro e curso (81 mm x 48,5 mm) da Honda RC213V, oito vezes campeã na MotoGP, elevamos a liberdade do motor, a alta potência e a facilidade de controle para um novo patamar, resultando em uma incrível experiência de pilotagem.

PISTÕES – O desempenho excepcional do novo motor o torna o mais potente construído pela Honda para uma motocicleta esportiva de rua, definindo o carácter único dos 4 cilindros em linha. Os pistões forjados em alumínio A2618, a mesma matéria-prima aplicada na Honda RC213V, são mais uma grande novidade dessa versão da CBR 1000RR-R Fireblade SP. Agora, cada pistão é cerca de 5% mais leve em comparação ao da CBR 1000RR, no entanto, o seu diâmetro é maior.

REFRIGERAÇÃO BYPASS – O sistema exclusivo de refrigeração bypass inferior integrado da Honda envia o fluido de resfriamento de maneira diferente na parte superior e inferior do cilindro. Como a parte superior precisa de mais resfriamento do que a inferior, a tecnologia elimina a mangueira externa do bloco de cilindros, garantindo que o fluido de arrefecimento que sai do radiador circule para as áreas que precisam ser mais arrefecidas. Com essa solução, a diferença de temperatura em diferentes locais nos furos do cilindro torna-se menor, de modo que os furos são menos distorcidos, reduzindo o atrito e o desempenho do chicote.

ADMISSÃO – O conjunto de admissão também incorpora um ângulo de válvula de admissão super estreito de 9 graus, sendo 2 graus mais estreito do que na CBR 1000RR. Essa mudança melhora a eficiência da ventilação dentro da porta de admissão em aproximadamente 2%, contribuindo para maior saída de energia e o inconfundível “som” de exaustão da CBR.

EXAUSTÃO – O escapamento da CBR 1000RR-R Fireblade SP foi desenvolvido em conjunto com a Akrapovič, empresa eslovena referência mundial em sistemas de exaustão para motocicletas. Esse componente é fabricado em titânio, o tornando mais leve, e o seu design contribui para a centralização de massa da motocicleta. Uma válvula especial no escapamento ajuda a aumentar o torque em rotações mais baixas e eleva a potência em rotações mais altas.

CBR 1000RR Fireblade SP. In stock ,

Descrição

Tipo: DOHC, 4 cilindros, 4 tempos, arrefecimento líquido

Cilindrada: 1.000 cc

Potência Máxima: 216,2 cv a 14.500 rpm

Torque Máximo: 11,5 kgf.m a 12.500 rpm

Transmissão: 6 velocidades com quickshifter

Sistema de Partida: Elétrico

Diâmetro x Curso: 81,0 x 48,5 mm

Relação de Compressão: 13.2 : 1

Sistema Alimentação: Injeção Eletrônica PGM-FI

Combustível: Gasolina